Luz&Tech&Streaming

Atualmente morando em Nova Iorque, Rodrigo tem direcionado seu trabalho principalmente em prover suporte técnico e tecnológico para performances tanto ao vivo quanto remotas. Ele está interessado principalmente em trabalhar com produções que buscam integrar a manipulação de luz, videos, câmeras e novas tecnologias em produções remotas e ao vivo. Dentro dessa perspectiva, ele atualmente trabalha como diretor técnico do teatro The Tank na qual ele supervisiona não apenas os aspectos técnicos do espaço físico do teatro mas também os aspectos técnicos das plataformas digitais para produções online.

Seu interesse no âmbito técnico e tecnológico começou em 2001, quando ele fez um curso técnico de design de luz no NAC – Centro de Arte e Cultura de Brasília. Desde então, Fischer desenha as luzes para todos os seus projetos com seu  grupo teatral chamado Desvio. Ele desenhou luzes para projetos que ele dirigiu, como A sombra dos outros, Misanthrofreak, Os Fracassados, Eutro, Beckett às  Avessas e Pequena Existência.

Em 2013, ele começou a estudar a apropriação de novas tecnologias no palco quando estava escrevendo sua tese para discutir as correlações entre teatro e cinema. Em sua primeira experiência, uma parceria com o designer de vídeo Fernando Gutiérrez, eles integraram o mapeamento de vídeo e câmeras ao vivo para contar a história da poeta Anne Sexton. Neste ano, Fischer também criou um projeto chamado Misanthrofreak, que é a base de seu trabalho na integração de luz, novas tecnologias e narrativa.

Se sua produção digital precisa de alguém para configurar e desenvolver seu trabalho, desde a escolha de plataformas, softwares e equipamentos até a etapa de criação e execução, Rodrigo é a pessoa que seu  projeto necessita. Se o seu futuro projeto precisa de alguém para desenhar, montar e operar as luzes, gravar vídeos a serem projetados, usar câmeras ao vivo, usar mapeamento de vídeo, criar vários tipos de tecnologias no palco ou integrar tudo isso, você deve entrar em contato com Rodrigo Fischer.